MOTORISTAS DE LINHAS ALIMENTADORAS DO RECIFE PARAM A PARTIR DAS 0H DESTA SEGUNDA (17)

As 18 linhas alimentadoras que atuam no transporte gratuito de moradores de áreas de difícil acesso no Recife ficarão paradas nesta segunda-feira. O aviso foi dado pelo presidente do Sindicato dos Permissionários do Transporte Complementar de Pernambuco, Manoel Dias, ao alegar atraso de um mês e quinze dias de salários dos motoristas.

Dessa forma, pelo menos 60 microônibus deixarão de atender cerca de 50 mil usuários que utilizam do serviço diariamente. A promessa é que os veículos não saiam da garagem, localizada na Rua Afonso Olindense, no bairro da Várzea, até andarem as negociações com a classe patronal.

“Não estamos reivindicando reajustes ou benefícios. A questão é o pagamento, que é feito quinzenalmente. Não havendo por todo esse tempo, decidimos pela greve”, disse Manoel Dias. As linhas incluem Alto do Rosário / Linha do Tiro; Sítio dos Macacos / Guabiraba; Alto Santa Tereza / Nova Descoberta; Córrego do Deodáto / Água Fria; Totó / Alto da Bela Vista; Dancing Days / Pinheiros, entre outras.

Elas funcionam como uma facilitadora para as pessoas dessas comunidades chegarem até localidades onde circulam veículos de transporte público de passageiros, como metrô e ônibus. “Já avisamos aos usuários e ao Consórcio Grande Recife”, completou o presidente do Sindicado. Até o fechamento desta matéria, a reportagem não conseguiu contato com o Consórcio Grande Recife.

Greves – No começo deste mês, os passageiros de ônibus do Grande Recife também sofreram com a paralisação de três dias dos rodoviários de linhas convencionais. A oferta dos coletivos foi reduzida até acordo de ajuste salarial.

Fonte: FolhaPE